Imigração para Engenheiros – Tudo o que você precisa saber

Interessado em se mudar para a Nova Zelândia? Um olhar sobre a indústria de engenharia no país!

 

 

Muitos profissionais da área de engenharia buscam a Kiwi Education para entender suas possibilidades de estudo e trabalho na Nova Zelândia. O fato é que, apesar da pandemia, o mercado de engenharia e construção do país permanece aquecido.  Profissionais que sonham em imigrar sozinho ou com família para a Nova Zelândia encontram diversas oportunidades para iniciar uma vida nova do outro lado do mundo.

Engenheiros figuram consistentemente nas listas oficiais de habilidades em escassez no país. Isso significa que o governo entende que não há neozelandeses qualificados para a função, portanto, os empregadores precisam recrutar estrangeiros.

Especialistas de praticamente todas as disciplinas são desejados, desde de engenheiros químico, civil, elétrico, ambiental, industrial, de materiais, mecânico, produção e até expert em estruturas.

 

Mas por que a Nova Zelândia precisa tanto de engenheiros?

Muitas das principais redes de infraestrutura do país precisam ser renovadas. Em particular, a infraestrutura urbana e de transporte está lutando para acompanhar o crescimento populacional e o aumento da demanda; além disso,  parte da rede de água e esgoto têm mais de 100 anos, ou seja, necessita de manutenção/renovação.

Como resultado, a Aotearoa está se preparando para investimentos sem precedentes. Estima-se que $ 129 bilhões sejam gastos em projetos até 2029.

Mais de 170 projetos do setor público já estão em tramitação nacional – transporte, manutenção e iniciativas na saúde, escolas e projetos de defesa. Pouco mais da metade dos recursos será alocada para rodovias e outros transportes terrestres, com os próximos dois maiores tipos de ativos sendo gastos na infraestrutura de eletricidade.

Diante dessas demandas crescentes, a engenharia e a construção geralmente enfrentam o que o corpo profissional da indústria, a Engineering New Zealand, descreve como “uma escassez de mão de obra de proporções épicas”.

Eles observam por exemplo que, embora 7% dos neozelandeses formados em 2017 tenham estudado engenharia, o número precisaria estar mais próximo da média da OCDE de 12% se o país quiser compensar a carência de competências. Como resultado, “a Nova Zelândia está desesperadamente com falta de engenheiros em todas as disciplinas”.

 

Quanto um engenheiro ganha na Nova Zelândia?

Retorno financeiro é sem dúvidas uma das principais considerações a se fazer quando se trata de aceitar, permanecer ou mudar de emprego. E quando falamos em conquistar uma residência permanente na Nova Zelândia, ter um ganho razoável se torna imprescindível.

Experiência na função, qualificações e localização são apenas alguns dos diversos fatores que podem influenciar na hora de ponderar quanto se irá ganhar por aqui. Confira na tabela abaixo a média de salário anual para algumas especialidades:

Fonte: Seek

Vale a pena ressaltar que, a fluência no inglês é indispensável! Se você sonhar em começar uma vida nova neste país incrível mas não tem proficiência em inglês ainda, nós recomendamos iniciar o seu plano a partir do estudo do idioma.

 

O que eu preciso para atuar como engenheiro na Nova Zelândia?

Além da sua formação acadêmica e experiência profissional, o inglês é essencial. Você não precisa ser registrado para trabalhar aqui como engenheiro, mas alguns tipos de trabalho poderão exigir isso. Para se registrar como Chartered Professional Engineer (CPEng), você precisa ter sua competência avaliada em relação a um padrão reconhecido internacionalmente. Para isso, você precisa mostrar evidências de conhecimentos específicos da Nova Zelândia. Um Chartered Professional Engineer é um engenheiro experiente registrado na Engineering New Zealand como Autoridade de Registro. Você precisa fazer uma avaliação para mostrar que pode lidar com problemas complexos de engenharia que exigem conhecimento especializado. A diferença é que o CPEng precisa demonstrar experiência técnica específica da Nova Zelândia e ser reavaliado pelo menos a cada 6 anos.

Saiba todos detalhes no site da Engineering New Zealand.

Engenheiro elétrico: para trabalhar na Nova Zelândia como engenheiro elétrico, pode ser necessário obter o registro da Nova Zelândia e uma licença prática com o Electrical Workers Registration Board (EWRB).

 

Cidades da Nova Zelândia e principais demandas

Auckland

De acordo com  Christine Leung, Economista Sênior do Instituto de Pesquisa Econômica da Nova Zelândia, 80% de todos os cargos recém-criados na Nova Zelândia estão em Auckland. Embora esse número possa ser um pouco diferente em relação ao setor de Engenharia e construção, o mercado de trabalho de Auckland é sem dúvida o mais aquecido do país. Como acontece com qualquer grande cidade, o mercado habitacional e residencial está crescendo cada vez mais e, de acordo com as informações do setor, não há previsão de desaceleração no futuro. Adicione a isso as centenas, senão milhares de outros projetos que vão desde construções comerciais a projetos hidrelétricos e numerosos projetos de infraestrutura, como o City Rail Link ou a Northwest Transformation. Auckland é um mercado em expansão no momento e excelente destino para profissionais do setor.

Principais especialidades em alta em Auckland e Waikato/Bay of Plenty

  • Engenheiros de design civil
  • Engenheiros civis em loteamentos
  • Topógrafos
  • Planejadores, especialmente planejadores de Consentimento de Recursos
  • Engenheiros de águas pluviais
  • Engenheiros estruturais
  • Desenhadores de Revit Estruturais
  • Planejadores e engenheiros de transporte

 

Wellington

Embora Wellington seja significativamente menor do que Auckland, a cidade definitivamente conta com oportunidades no setor de Engenharia e Construção. Inúmeras empresas nacionais e multinacionais escolheram a capital do país como base para seus negócios, tornando Wellington definitivamente um destino atraente para engenheiros.  Com alguns dos maiores projetos na Nova Zelândia atualmente em andamento, sendo o Transmission Gully  um entre muitos, o momento nunca foi melhor para aproveitar o que a cidade tem a oferecer.

Especialistas em demanda na região incluem:

  • Engenheiros mecânicos e elétricos
  • Engenheiros civis com experiência em desenvolvimento de terras
  • Designers geométricos
  • Engenheiros de obras e projetos
  • Engenheiros estruturais, especialmente com experiência em projetos sísmicos

 

Christchurch e Ilha Sul em geral

Após o terremoto de Christchurch em 2011, a cidade, compreensivelmente, passou por grandes mudanças. Isso resultou em um grande aumento nas oportunidades de emprego no setor de Engenharia e Construção. Embora geralmente se considere que o mercado atingiu o seu pico e que as construções estão começando a diminuir, isso certamente não significa que os empregos estejam escassos. A população de Christchurch é agora maior do que era antes do terremoto, devido ao aumento de talentos estrangeiros. Se você tem interesse em se envolver na construção de uma cidade do zero e contribuir para o seu crescimento, Christchurch é uma ótima opção.

Ramos em alta na região incluem:

  • Engenheiros civis
  • Engenheiros Geotécnicos
  • Agrimensores
  • Engenheiros mecânicos / elétricos qualificados (serviços de construção, alta tensão)
  • Engenheiros de águas pluviais
  • Engenheiros estruturais, especialmente com experiência em projetos sísmicos

 

Por onde começar? Como ir para a Nova Zelândia?

Se você ainda não possui fluência no inglês, este é o primeiro passo. Recomendamos vir para o país para estudar o idioma e ganhar a confiança necessária que o mercado de trabalho pede.

Caso você já tenha segurança no inglês, você pode tentar conseguir uma colocação mesmo estando no Brasil através de sites como o SEEK ou Indeed.

O caminho mais seguro que recomendamos é através da educação. A Nova Zelândia é conhecida mundialmente por sua excelência e você encontra aqui diversas opções de cursos de Pós Graduação e Mestrado no país.

É importante salientar também que, uma Pós Graduação relacionada à Engenharia que conste na Long Term Skill Shortage List ou um Mestrado podem proporcionar visto para sua família e se você cogita imigrar para a Nova Zelândia, sem dúvidas é um excelente passo a se tomar!

 

Em suma, o mercado está aquecido e os empregos para profissionais especializados continuam presentes nos sites de recrutamento. Basta planejamento e foco nesta transição de país.

A Kiwi Education pode te ajudar em todo o processo. Nossa consultoria é 100% gratuita e juntos podemos desenvolver o melhor plano que atenda às suas necessidades e objetivo! Fale conosco agora mesmo!

 

Assine a nossa newsletter

Assine nosso boletim informativo para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e ofertas
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Artigos recentes

Qual é a melhor época para embarcar para a Nova Zelândia?
5 Outubro 2021

Qual é a melhor época para embarcar para a Nova Zelândia?

Você já escolheu a Nova Zelândia como seu destino de estudos e agora chegou o momento tão aguardado de decidir a data da […]

LinkedIn – Entenda a importância da plataforma
21 Setembro 2021

LinkedIn – Entenda a importância da plataforma

Você sabia que o LinkedIn é uma ferramenta extremamente relevante na Nova Zelândia? Estatísticas recentes mostram que existem cerca de 2,2 milhões de […]

Voluntariado Remoto na Nova Zelândia
21 Setembro 2021

Voluntariado Remoto na Nova Zelândia

Seja treinando uma equipe esportiva, entregando refeições para pessoas desabrigadas, plantando árvores nativas ou cuidando de animais, o voluntariado faz parte da cultura […]