Imigração através de Estudo

Você pode se mudar para a Austrália, o Reino Unido, a Irlanda, o Canadá ou a Nova Zelândia estudando em uma das faculdades ou universidades locais. Depois de formado em um desses países, você recebe não so um título globalmente reconhecido, como também um visto de trabalho pós estudos, que te permite trabalhar no país na sua especialidade. 

Ter um visto de trabalho aberto faz com que seja muito mais fácil encontrar um emprego, já que o empregador não precisa passar pelo complexo e longo processo de aplicar para um visto de trabalho.

A duração desse visto geralmente depende do nível dos estudos e da duração do programa.

  • Na Austrália, esse visto se chama Temporary Graduate Visa. Ele é concedido para um período que pode variar entre 18 meses e 4 anos. Para isso, é preciso estudar por, pelo menos, 2 anos;
  • No Canadá, o visto é o Post-Graduation Work Permit. Ele é concedido por um período de 8 meses a 3 anos. É preciso estudar por, pelo menos, 8 meses;
  • Na Nova Zelândia, o visto é o Post Study Work Visa. Ele é concedido por até 3 anos e é preciso estudar por, pelo menos, 1 ano;
  • No Reino Unido, a partir do verão de 2021, também será implementado um caminho mais curto para imigração de formandos das universidades britânicas: será concedido um visto de trabalho de 2 anos e, para formandos de programas de PhD, o visto será de até 3 anos.
  • Na Irlanda o programa de imigração baseado em estudos é chamado de Programa de Pós-Graduação de Terceiro Nível. Ele permite que aqueles que estudaram na Irlanda para obter um diploma de bacharelado ou mestrado permaneçam no país por mais um ano para procurar trabalho. Ao mesmo tempo, os formandos do programa de mestrado podem prorrogar o visto por mais um ano, caso não tenham conseguido encontrar emprego durante o ano.

Além disso, é importante mencionar algumas questões a respeito dos cursos de inglês nesses países. Apesar desses cursos não serem oficialmente parte de um programa de imigração, não dando direito a visto de trabalho após a sua conclusão, eles são uma excelente opção para especialistas cujas ocupações estão nas listas de profissões em demanda. Estando no exterior, é difícil encontrar um empregador que aceite ser seu sponsor em uma aplicação de visto de trabalho e aguarde meses até que você possa se apresentar para o trabalho. Ainda, alguns profissionais precisam melhorar seus conhecimentos em inglês para se submeter a uma entrevista online ou mesmo elaborar corretamente um currículo. Indo para o país para o qual se deseja imigrar para estudar inglês, você pode combinar algumas atividades práticas ao mesmo tempo como:

    Melhorar o seu nível de inglês até o nível necessário para que você se sinta confortável em comunicar-se e trabalhar em um país de língua inglesa;
    Durante o seu tempo livre, procurar um trabalho e ir a entrevistas;
    Viver no país, conhecer as suas principais características e decidir se você efetivamente gosta do lugar, ou não.

Por fim, um visto de estudante te dá permissão para trabalhar até 20 horas por semana em todos esses países. Portanto, enquanto você ainda é um estudante, você já pode encontrar um trabalho part time, obter importantes contatos e ter experiências locais valiosas.

Leia:

Imigração para a Austrália através de estudo

Imigração para o Canadá através de estudo

Imigração para a Nova Zelândia através de estudo

Imigração para o Reino Unido através de estudo

Imigração para a Irlanda através de estudo

Assine a nossa newsletter

Assine nosso boletim informativo para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e ofertas
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Escolha o país para saber mais

Nova Zelândia

Nova Zelândia

Austrália

Austrália

Canadá

Canadá

Reino Unido

Reino Unido

Irlanda

Irlanda