Como Imigrar para a Irlanda

Primeiramente, vamos listar as principais formas de imigração para a Irlanda e, depois, analisaremos cada uma delas separadamente.

Estudar em uma universidade, faculdade ou escola de idiomas
Trabalhar
Próprio negócio
Investimentos
Freelance ou finanças independentes
Casamento
Refugiados

Agora, vamos analisar cada uma delas separadamente, com seus prós e contras.

Estudar em uma universidade, faculdade ou escola de idiomas

O governo irlandes permite que pessoas que concluíram curso superior (graduação ou pós-graduação) em uma das instituições de ensino reconhecidas no país permaneçam por mais um ano com um visto de trabalho. Esse programa é conhecido como Third Level Graduate Program.
Formandos de cursos de mestrado podem estender os seus vistos de trabalho por mais um ano, se comprovarem ter adotado todas as medidas necessárias para encontrar um emprego na sua área de especialização.

Apesar de não darem direito a um visto de trabalho após os estudos, cursos de idiomas na Irlanda dão direito a trabalhar meio período, podendo ajudar a encontrar um emprego e, assim, obter um visto de trabalho com o patrocínio de um empregador.

Mais sobre imigração para a Irlanda através dos estudos.

Trabalho

Trabalho e estudos são as maneiras mais eficazes de emigrar, mas sem o conhecimento da língua, é impossível encontrar um emprego – você simplesmente não será capaz de passar por uma entrevista.

Antes de procurar um emprego e um empregador, você precisa ter certeza de que a sua profissão te permite uma permissão e um visto de trabalho apropriados. Portanto, recomendamos que você abra a lista de profissões em demanda e veja se a sua está lá. Muitas dessas profissões estão em demanda no mundo todo, claro, como programadores, engenheiros, analistas financeiros e gerentes de projetos. Na Irlanda, por exemplo, comerciantes farmacêuticos, gerentes de vendas que falem português, enfermeiros, arquitetos, designers e muitos outros também são necessários. Se a sua profissão estiver em demanda, você tiver experiência profissional relevante e for fluente em inglês, você pode começar a sua busca por um emprego e um empregador adequados.

Mesmo que a sua profissão não esteja em demanda neste momento, não se sinta desencorajado. Primeiro, a lista de profissões é atualizada com frequência. E, segundo, você pode encontrar um emprego que não esteja na lista. No entanto, para isso, o empregador precisará comprovar que não encontrou ninguém qualificado para a vaga dentre os habitantes da União Europeia. O processo para se obter uma permissão de trabalho, em si, será mais complicado e documentos adicionais serão necessários, mas a oportunidade existe. É estritamente proibido contratar estrangeiros para algumas vagas, já que eles precisam de uma permissão de trabalho. Essas são, por exemplo, babás, trabalhadores de salões de beleza, garçons, caixas e outras profissões pouco qualificadas.

Existem muitos grandes empregadores na Irlanda que estão sempre contratando funcionários de todos os países do mundo, como Google, Facebook, Apple, Microsoft, PayPal, Accenture, Dell, Pfizer, TikTok, etc.

Mais sobre como trabalhar na Irlanda

Negócios

Na Irlanda, não existe um programa de imigração por negócios se você quiser comprar um pequeno hotel ou abrir um pequeno negócio, mas existe um programa para startups. Para candidatar-se a esse programa, você precisa ter uma ideia inovadora, uma equipe forte e dinheiro para desenvolver a sua ideia – pelo menos 50.000 Euros. Sob a forma do Enterprise Ireland, o governo irlandes às vezes atua como investidor desse valor, já que deseja atrair potenciais startups unicórnios – startups valendo 1 bilhão de dólares.

Já é suficientemente difícil começar um negócio em um país cuja língua você não fala. Portanto, cursos de idiomas podem ser uma boa oportunidade para você entender se vale a pena iniciar uma empresa no país (apesar dos baixos impostos, legislação ou mercado). Na maioria dos países, você também poderá frequentar cursos curtos sobre impostos, leis trabalhistas, contabilidade e regras gerais sobre como fazer negócios no país.

Uma outra ótima vantagem é a oportunidade de encontrar sócios no local, participar de uma conferência ou feira na sua área, conhecer as pessoas certas, construir um relacionamento com bancos, contadores, advogados e, claro, economizar na tradução da sua língua nativa para o inglês.

Mais informações sobre como imigrar para a Irlanda através dos negócios.

Investimentos

Como base para uma permissão de residência, o valor do investimento necessário começa em 1 milhão de Euros. Existem muitas opções de investimentos. Por exemplo, uma empresa irlandesa ou um fundo especial (em acordo com as autoridades locais) por três anos. Ou 1 milhão de Euros em títulos governamentais por 5 anos à taxa de 0%. Depois de 3 anos, você pode resgatar metade do valor investido no fundo ou títulos. Ao final de 4 anos – outros 25%, e no quinto ano os restantes 25%.

Mais sobre imigração para a Irlanda pelos investimentos.

Freelancers e aposentados

Pessoas financeiramente independentes, como aposentados, podem viver na Irlanda, caso a pensão recebida ou suas economias sejam suficientes para isso. Essa via também está disponível para freelancers e é a maneira mais popular para essas pessoas de imigrar – você já ganha dinheiro e gostaria somente de mudar de país. Para viver na Irlanda, você precisa demonstrar que ganha, pelo menos, EUR 50,000 por ano, além de uma quantia extra para “emergências” que cubra o custo de moradia na ilha. Esse visto não te permite trabalhar ou estudar na Irlanda, mas você pode estabelecer-se, fazer amigos, viver, desenvolver os contatos corretos e encontrar um emprego ou abrir uma startup.

Casamento

O casamento é uma maneira válida de imigração. Seu parceiro precisa ter cidadania irlandesa e uma renda estável. Da mesma forma, ele não pode ter problemas com a lei. Além disso, é preciso que ele resida permanentemente no país. Depois de 3 anos morando juntos, você poderá receber a cidadania irlandesa. Além do parceiro, outros parentes podem mudar-se com você para a Irlanda, como pais e filhos.

Novamente, é possível ir para a Irlanda para um curso de idiomas e tentar encontrar um amor. O curso de idiomas, obviamente, pode não ser o suficiente. Para encontrar um amor, você também precisará frequentar diversos eventos, conferências, concertos, etc. É possível apaixonar-se durante as férias de 7-14 dias? Talvez, mas quando você faz um curso de idioma por um período mais longo, você se insere na sociedade de alguma forma.

Mais sobre os cursos de línguas na Irlanda

Refugiados

Essa forma de imigração é adequada para refugiados, que foram obrigados a sair de seus países devido a conflitos ou violações de direitos civis. Um detalhe: as autoridades irlandesas irão conceder asilo somente se a Irlanda for o primeiro país na sua rota de fuga. Caso contrário, eles tentarão provar que você teve a oportunidade de estabelecer-se em um ponto de parada anterior.

Depois de 5 anos de residência legal na Irlanda, você pode aplicar para uma permissão de residência permanente. E depois de outros 3 anos, você receberá o direito de aplicar para a cidadania.

Assine a nossa newsletter

Assine nosso boletim informativo para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e ofertas
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Artigos recentes

Imigração para Empreendedores
8 Julho 2021

Imigração para Empreendedores

Desde 2012, a Irlanda tem um programa de imigração para empreendedores. Sob esse programa, proprietários de startups podem abrir seus próprios negócios e residir na Irla...

Tipos de vistos
8 Julho 2021

Tipos de vistos

Qual visto escolher e com que base ele pode ser obtido

Imigração Profissional
8 Julho 2021

Imigração Profissional

A Irlanda está aberta a talentos do exterior e está muito interessada em atraí-los por altos salários. Esse critério é o principal na hora de decidir sobre a emissão de ...