Sistema de educação escolar

O sistema escolar do Reino Unido é bem diferente do brasileiro, as crianças iniciam a vida escolar aos 4 ou 5 anos de idade e estudam por um total de 13 anos. No Reino Unido, as escolas são divididas entre públicas e privadas, vamos dar uma olhada em cada uma dessas categorias:

Escolas Públicas

As escolas públicas são financiadas pelo país e são gratuitas, os pais pagam somente pelos uniformes, almoço e atividades extra-curriculares. Toda família britânica deseja colocar seus filhos em uma boa escola pública em seu local de residência, especialmente no ensino primário, entre 5 e 11 anos. Estudar na região onde se vive tem muitas vantagens, os pais não precisam passar horas no trânsito, presos em engarrafamentos ou apertados no transporte público durante o horário de pico, e as crianças se adaptam mais rápido se existem amigos que moram por perto entre os seus colegas de classe.

É importante ter em mente que as escolas primárias públicas não preparam os alunos para o exame avançado de ingresso, o 11+ Exam, na transição para o ensino médio. Se você pretende transferir seu filho para outra escola no ensino médio, é melhor considerar essa mudança com antecedência.

Muitos novatos não têm uma ideia clara de onde eles pretendem viver, normalmente, a região de residência depende do local de trabalho dos pais ou do preço do aluguel que a família pode pagar, mas, ao mesmo tempo, os pais desejam escolher a escola dos filhos com antecedência, sem considerar que, ao matricular seus filhos em uma escola pública, você precisará apresentar provas de que reside na área.

Frequentar um jardim de infância ou creche não garante automaticamente uma vaga na escola primária, portanto, em todo caso, os pais precisam aplicar novamente para matrícula. É possível aplicar para até 6 escolas primárias públicas, dependendo da região, e, como resultado, escolher a que melhor te atende. Em meados de janeiro, uma aplicação formal deve ser apresentada, juntamente com um comprovante de residência local.

Se você apresentar a sua solicitação de matrícula com atraso, você será colocado em uma lista de espera e deverá aguardar o surgimento de uma vaga. Pode ser difícil ser aceito em uma escola pública de qualidade se o número de solicitações de matrícula superar o número de vagas disponíveis.

Os estudantes não são selecionados por suas habilidades excepcionais ou altas notas para ingressarem na escola primária. Ao matricular-se em uma escola secundária pública, a situação, no entanto, muda e cada escola tem seus próprios critérios de admissão. Escolas públicas de ensino médio regulares selecionam estudantes que residem mais próximo da escola, mas gymnasiums e colleges buscam os estudantes com as notas mais altas no exame de admissão, independente do seu local de residência.

As escolas podem legalmente dar prioridade para as crianças que:

    Residem na região da escola;
    Pertencem a uma religião em particular (se a escola for religiosa);
    Se formaram em uma escola primária específica;
    Foram aprovadas no exame de ingresso (para escolas seletivas);
    Já possuem irmãos ou irmãs na escola;
    Cujos pais trabalham na escola há mais de 2 anos.

Escolas Privadas

A primeira diferença entre as escolas públicas e as escolas privadas é que o ensino na escola privada é pago. Em média, a anuidade em uma escola particular irá custar entre GBP 25.000 e GBP 30.000 por ano, sem contar os custos com uniformes, almoço, passeios e clubes. É graças à reputação de alguns internatos privados que o Reino Unido é tão atrativo para estrangeiros.

Normalmente, as escolas particulares têm menos estudantes por turma (até 8), professores mais qualificados e uma abordagem mais pessoal, bem como sua própria infraestrutura, seja laboratórios, teatros, ginásios e campos de futebol. Se a escola estiver localizada em uma pequena cidade ou vila, além de tudo, terá uma bela paisagem ao redor.

As escolas primárias particulares irão preparar o seu filho para qualquer exame de ingresso ao graduar-se para o ensino médio e sempre irão aconselhar a respeito do mais adequado. Não vale à pena argumentar que o ensino seja melhor do que nas escolas públicas, já que bons professores estão em todos os lugares. No entanto, as escolas particulares se importam muito com a sua reputação e farão todo o possível para fazer com que o seu filho entre em uma boa escola de ensino médio.

Se a família precisa se mudar o mais rápido possível, então, as escolas particulares oferecem um programa de treinamento individualizado, o que é muito útil.

Ao ingressar em uma escola particular, não é necessário apresentar um comprovante de residência local, já que o principal critério de seleção é a capacidade de pagar a anuidade. Crianças pequenas são aceitas com base em entrevistas e crianças do ensino fundamental e médio devem demonstrar suas conquistas.

Algumas escolas particulares podem parar de aceitar matrículas cedo no ano, ou marcam uma data específica para matrícula. Outras, ainda, criam a ilusão de que se você não matricular o seu filho desde o nascimento, pode ser tarde demais. No entanto, é melhor sempre ligar para a escola particular que te interessa, já que a maioria das escolas mais disputadas têm vagas que surgem de última hora; muitas escolas fora do centro da cidade aceitam estudantes durante todo o ano letivo.

Vale à pena notar que, obviamente, o nível da educação nas escolas particulares secundárias é muito superior ao obtido nas escolas públicas. Os engressos dessas escolas vão para as melhores universidades do Reino Unido e do mundo. No entanto, estudar em uma delas não é só caro, mas também é bastante desafiador. Nem todo estudante dá conta do alto volume de material a ser estudado, existem também escolas especializadas, nas quais é dada ênfase não só aos resultados acadêmicos, mas em outros como esportes, ou arte. Essas escolas são frequentemente visitadas por olheiros de ligas de futebol e campeões olímpicos, músicos famosos e artistas se formam nelas.

Para matricular-se em qualquer escola secundária particular, será necessário passar por um processo de seleção, mesmo que a escola não seja das mais seletivas. Será necessário demonstrar o nível de inglês e matemática por meio de um teste interno, você também precisará apresentar o seu histórico acadêmico dos últimos 2 anos e passar por uma entrevista. Algumas das escolas de maior prestígio, nas quais pelo menos 4 candidatos disputam 1 vaga, existem provas de ingressos extras sobre as matérias que o aluno pretende estudar. O comitê de seleção primeiro analisa todos os interesses do candidato e os motivos pelos quais ele deseja estudar na escola, bem como se o aluno será capaz de lidar com o volume de estudos. Todas as escolas oferecem apoio extra no aprendizado de inglês para que os estudantes estejam o mais confortáveis possível.

No Reino Unido, existem escolas mistas, onde meninos e meninas estudam juntos, e escolas separadas. Existem defensores dos dois modelos por todo o país, mas a escolha final continua sendo dos pais.

Assine a nossa newsletter

Assine nosso boletim informativo para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e ofertas
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Artigos recentes

Como escolher uma universidade?
9 Julho 2021

Como escolher uma universidade?

Nesse artigo, nós iremos falar do passo a passo para te ajudar a escolher a universidade e o programa de estudos mais adequado para você no Reino Unido.

Ensino superior
9 Julho 2021

Ensino superior

O ensino superior no Reino Unido pode ser obtido em uma universidade, instituto técnico ou faculdade. Veja mais sobre as diferenças e características do sistema educacio...

Cursos de Inglês
9 Julho 2021

Cursos de Inglês

Não é nenhum segredo que a melhor maneira de se aprender um novo idioma é estando imerso no ambiente de falantes nativos. Enquanto você estuda inglês no Reino Unido, voc...